Rock, Goth, Nerd, Underground, (...)

Rock, Goth, Nerd, Underground, (...)

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Bride??? It's Rock, Baby!

       Boa tarde, pessoal!
       Hoje vim falar um pouco de uma das ultimas bandas que conheci e gostei muito, a banda Bride (Noiva)!

       Bride é umabanda Norte Americana de Heavy Metal cristão com fortes influências do Blues.
       O Bride foi uma das mais importantes bandas do metal cristão dos anos 80. Corretamente chamados de os pioneiros do heavy metal cristão. A banda começou precisamente em 1983, ainda com o nome de Matrix, mas logo após assinar com um dos maiores selos voltado para o metal cristão da época, muda o nome para Bride. O primeiro album foi gravado ainda com o nome Matrix, que seriam das 4 demos, que eram distribuídas em seus shows. Contudo, a banda foi ganhando atenção da cena underground, como os fanzines, inclusive tendo o apoio da maior publicação especializada em música cristã, a CCM (Contemporary Christian Music Magazine) mundialmente conhecida. Mas o start mesmo, veio com o nome Bride, em 1986, onde a banda já contava com uma estrutura musical estável, e com experiência suficiente, para embarcar na cena, que já contava com muitas bandas popularmente chamadas de white metal.





     A banda fazia um som que continha as influências clássicas, tradicionais do heavy metal de bandas como Judas Priest, Iron Maiden, mostrando-se também contaminada pela cena NWOBHM (New Wave of British Heavy Metal), inclusive pelo visual que também trazia essas referências. Os três primeiros álbuns foram lançados pela Refuge/Pure Metal records: Show No Mercy, Live To Die e Silence Is Madness, ambos relançados recentemente e distribuídos no Brasil.
Esses são alguns dos álbuns mais reverenciados pelos fãs mais radicais (os christians headbangers), e músicas como: “Heroes”, “Until The End We Rock”, “Evil Dreams”, “Everybody Knows My Name”, “Evil That Men Do”, “Show No Mercy” são apenas um dos hinos que marcaram a cena christian metal. Mas o maior clássico do Bride, é a música ‘Heroes’ do álbum Live To Die e para ser mais claro, seria uma espécie de The Number Of The Beast (Iron Maiden) para os cristãos. Os irmãos Dale (vocal) e Troy (Guitar) sempre foram o sangue da banda e seus fundadores, permanecendo até hoje na banda e esses ‘brothers’ mantém o Bride vivo!
     As mudanças no caminho da banda aconteceram de muitas formas, passando por vários selos, formações, e também seu estilo musical sofreu alterações. O Bride foi uma das bandas mantidas, logo quando a Star Song Communications comprou a Pure Metal Records, e assim lançou vários trabalhos e os grandes shows, tours, dos quais lhes renderam algumas premiações dentro da categoria rock cristão, não esquecendo os destasques especiais em revistas especializadas, sendo capa várias vezes, da revista Heaves’n Metal, um dos maiores veículos de rock cristão atual.
      Após 4 anos, a banda encerra contrato com a Star Song Communications e assina com um selo independente chamado Rugged Records, que em seguida veio o álbum Drop, esse que já apresentava fortes mudanças em termos de estilos musicais, não tendo mais a veia heavy, hard, do passado. Continuando sua história, a banda passa por mais alguns selos, e atualmente trabalha de forma independente, onde já lançaram e re-lançaram vários materiais. As dificuldades não afastaram a banda do seu propósito musical maior, onde a mensagem positiva é falar de Deus para as pessoas, que é realmente o que fala mais alto na banda.
Entre as turnês da banda, um dos países alvo sempre foi o Brasil, onde já fizeram vários shows e comenta-se que é onde a banda tem mais fãs. E o que é mais real ainda, é que a banda é referência e influências para toda a cena underground cristã. A perseguição dos velhos fãs, que reclamava da direção musical da banda, que foi sempre justificada pelo o vocalista Dale Thompson, parece ter mexido com o núcleo da banda. Eles anunciaram que o seu novo album This is it estava bastante pesado, e que tinha um toque do último álbum, Snakes In the Playground de 1992, que é considerado um dos melhores álbuns da banda. É desse álbum que tem duas músicas que sempre esteve nos setlist da banda, “Would You Die For Me” e “Psychedelic Super Jesus”, totalmente invadida pelo público nos shows. (Lastfm e Wikipédia)



      Li também que a banda teve seus altos e baixos nos ultimos anos, inclusive com boatos de que se separariam,porém sempre negaram. Seu album FFOB (2201), foi considerado um fracasso, mas aos poucos foram se encontrando novamente.
     Ao conhecer a banda(comecei pelos albuns dos anos 90),logo me lembrei dos Guns N Roses e da voz apaixonante do AXL, banda que raramente ouço hoje em dia, mas que tenho um grande carinho. Os gritos e agudos do Dale Thompson me fizeram amar a banda a primeira vista (na verdade, a primeira 'ouvida' rs :3 )
    Alem de tudo, recomendo a banda por suas letras. São voltadas para a salvação e para o alerta de que Jesus é o Salvador e que Ele está voltando!
   Espero que gostem e repassem essa boa música !!!!!
 Fiquem com Jesus

Beijos

Ursula Rodrigues / @UrsulaWhosoever


segunda-feira, 26 de maio de 2014

Princesas tatuadas... pode???

   Boa tarde, pessoal!!!
   Há um tempo venho vendo que as Princesas da Disney estão a cada dia mais tatuadas!
   Pessoas pegam fotos originais e as transformam. E particularmente, essas versões são as que mais gosto, inclusive, eu fiz uma dessas transformações na Pocahontas *-*
 

                              Essa versão vai para você que gosta de algo mais doce e delicado

Essas já são as minhas preferidas. Totalmente Rock/Metal


Essa é a minha versão da Pocahontas. Em homenagens a todas nós \oooo

                                                          Gostei bastante dessa Pocahontas Gangsta :P


                                               A té a o pequena Alice \o
                                               Amei essa da Ariel *-*
                                              A Mulan ficou bem legal

Você pode até personalizar o seu case do celular *u*



       Espero que tenham curtido!
Fiquem com Jesus !
Beijos

Ursula Rodrigues / @UrsulaWhosoever

quarta-feira, 21 de maio de 2014

A Tatuagem e a sua origem

    Boa tarde!
  Hoje vim para falar de um assunto bem atual. A Tatuagem!
  Tem alguma ou já pensou/ pensa em fazer? E a origem, você sabe ou imagina?
  Resolvi dar uma pesquisada e não me surpreendi muito ao ler que o Egito Antigo é um dos ''culpados'' por essa arte.

"        Historicamente

Existem muitas provas arqueológicas que afirmam que tatuagens foram feitas no Egito entre 4000 e 2000 a.C. e também por nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia e Nova Zelândia(maori),tatuavam-se em rituais ligados a religião.1
Igreja Católica na Idade Média baniu a tatuagem da Europa (Em 787, ela foi proibida pelo Papa), sendo considerada como uma pratica demoníaca, comumente caracterizando-a como pratica de vandalismo no proprio corpo, afirmando em sua doutrina como maneira de vilipendiar o templo do Espirito Santo, o corpo, levando seus fiéis a uma forma verdadeiramente reta de louvor a Deus.
O termo tatuagem, pelo francês tatouage e, por sua vez, do inglês tattoo, tem sua origem em línguas polinésias (taitiano) na palavra tatau 2 e supõe-se que todos os povos circunvizinhos ao Oceano Pacífico possuíam a tradição da tatuagem além das dos Mares do Sul.
Gravura maori de um rosto tatuado, prática comum deste povo.

            Nas religiões
 Cristianismo
 Historicamente, o declínio na tatuagem tribal na Europa ocorreu com a expansão do Cristianismo. No entanto, alguns grupos cristãos como os Cavaleiros de São João de Malta ainda tinham o costume de fazer tatuagens em seus membros. O declínio ocorreu em outras culturas durante a tentativa europeia de se converter povos aborígenes ao cristianismo, alegando que as práticas de se fazer tatuagens eram práticas pagãs. Em algumas culturas indígenas a tatuagem era realizada no contexto da passagem da infância para a fase adulta.
A maioria dos cristãos não vê problemas com a prática, enquanto uma minoria usa a visão dos Hebreus contra as tatuagens baseado no livro de Levítico da Bíblia. Não ha proibição por parte da Igreja Católica contra as tatuagens, não sendo considerada sacrilégio, blasfêmia ou obscena.
Mormos
Membros da A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias são avisados por seus líderes a não tatuar seus corpos.3 Os mórmons acreditam que o corpo é um templo sagrado, assim dito no Novo Testamento4 , e que seus fiéis devem deixar seus corpos limpos. A prática da tatuagem é desencorajada e não recomendada.
Islamismo
Tatuagens são proibidas no Sunismo, mas permitidas no Xiismo. Vários muçulmanos sunitas acreditam que se tatuar é um pecado, pois isso envolve em mudar a criação deAlá (Surah 4 Verso 117-120).5 No entanto existem opiniões diferentes entre os sunitas do porque as tatuagens serem proibidas.6
Alguns muçulmanos, baseando-se num hadith duvidoso, dizem que o Profeta Maomé teria amaldiçoado quem se tatua, mas convenientemente se esquecem de que ele disse: "Em verdade, NÃO FUI ENVIADO AO MUNDO PRA AMALDIÇOAR, mas sim como um exemplo de misericórdia." (ِنِّي لَمْ أُبْعَثْ لَعَّانًا، وَإِنَّمَا بُعِثْتُ رَحْمَة»)[Sahih Muslim/Tafsir Ibn Kathir]
Judaismo
As tatuagens são proibidas no Judaísmo7 baseado no livro de Levítico do Torah (19:28). A proibição é explicada por rabinos contemporâneos como sendo parte da proibição geral de modificações do corpo (com a exceção do ritual da circuncisão) que não sejam feitas por razões médicas. Maimonides, líder judeu do século 12, explicou que a proibição da tatuagem é uma resposta judia contra o paganismo.
Nos tempos modernos, a associação da tatuagem com o Holocausto e com os campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, devido ao fato dos prisioneiros serem tatuados para identificação, fez com que a tatuagem seja vista com um nível maior de repulsa dentro da religião. A crença de que qualquer judeu com tatuagens não poder ser enterrado em cemitérios judaicos é um mito.8
Hinduismo
No Hinduísmo, fazer uma marca na testa é encorajada, pois se acredita que isso aumente o bem-estar espiritual. Várias mulheres hindus tatuam seus rostos com pontos, especialmente ao redor dos olhos e queixo, para espantar o mal e aumentar a beleza. Tribos locais usam a tatuagem para se diferenciar de certos clãs e grupos étnicos.
Uma das deusas do Hinduísmo, Lirbai Mata, é representada com tatuagens nos braços e nas pernas. Ela é venerada pelos grupos Marwari e Rabari.
          No Brasil
No Brasil a tatuagem elétrica é uma arte muito recente, surgiu em meados dos anos 60 na cidade portuária de Santos e foi introduzida pelo dinamarquês Knud Harld Lucky Gregersen (também conhecido como Lucky Tattoo), que teve sua loja nas proximidades do cais, onde na época era a zona de boemia e prostituição da cidade de Santos.9
Isto contribuiu bastante para a disseminação de preconceitos e discriminação da atividade. A localização da loja era zona de intensa circulação de imigrantes embarcados, muitas vezes bêbados, arruaceiros e envolvidos com drogas e prostitutas; gerando um estigma de arte marginal que perdurou por décadas.
Hoje em dia, devido à circulação de informação pela televisão e por meios de comunicação como a internet, a tatuagem vem atingindo todas as camadas das populações brasileiras sem distinções. "
Fonte: Wikipédia
     A tatuagem em sua origem, servia para marcar algo muito específico... fosse seu grupo religioso,, mafia ou qualquer outra coisa que descrevesse um individuo.
    Hoje ela esta mais democrática e socializada, porém sua real função esta sendo esquecida e deturpada.  Agora, uma pessoa não vai a um Studio Tattoo para marcar-se com algo sobre ela... ela pode não gostar tanto de rosas, mas por que não tatuar algumas para ver como fica?
E infelizmente é o que esta acontecendo.... sua classe social ou gênero musical não te diferenciam das outras pessoas através de uma tattoo, e isso parece bom, mas não é.
Conversando com um colega tatuador, vi a sua tristeza ao ter que concordar com o meu comentário a respeito. Inclusive, ele ja pensou em deixar sua profissão por ver a "banalização"  da tatuagem.
   E você.... sabe realmente o verdadeiro significado do que tatuou ou pensa em tatuar?  Ou apenas vai com o que o que todos fazem? A moda é bem relativa e mutável. Pense bem antes de marcar o seu corpo,pois mesmo existindo técnicas para cobrir uma tattoo e até mesmo o laser para 'apaga-la', o preço pode não compensar! Pensem nisso!
 Mais tattoos para vocês na proxima segunda!

Att: Ursula Rodrigues